LEGH
  • 2ª Jornada do LEGH: gênero e ensino de história

    Publicado em 20/10/2016 às 17:49

    Imagem evento face

    Convidamos a todas para a 2ª JORNADA DO LEGH: GÊNERO E ENSINO DE HISTÓRIA, com o objetivo de promover o debate sobre as questões que envolvem gênero e ensino de história, problematizando o atual debate sobre a chamada “ideologia de gênero” e contribuindo com o diálogo que busca um ensino democrático.

    As inscrições para apresentação de trabalho e ouvinte já estão abertas.

    Comunicadores: https://docs.google.com/forms/d/1fI1_m_BHjPvsH0dlfymhjzALzynroScD6HoEdKcysB0/viewform?edit_requested=true

    Ouvintes: https://docs.google.com/forms/d/177HAG6oQtUMbl9ldCv4tr_q73pDtAuEaSMV07TXi3ic/viewform?edit_requested=true

    PROGRAMAÇÃO

    8h30 – CREDENCIAMENTO

    9h – Mesa de Abertura

    9h30 – Mesa Redonda: “Interfaces e diálogos sobre gênero e ensino de história: uma escola igualitária”.
    Jaqueline Zarbatto – UFMT
    Joana Vieira Borges – UFSC
    Nucia Alexandra Silva de Oliveira – UDESC

    12h – INTERVALO

    13:30 h-17:30h – Comunicações de Pesquisas

    17:30h – INTERVALO

    18:30 h – Conferência: “Atravessamentos de gênero, sexualidade e educação: tempos difíceis e novas arenas políticas”.
    Fernando Seffner – UFRGS

    CRONOGRAMA:
    Abertura das inscrições para comunicações (resumos): 20 de outubro a 09 de novembro
    Avaliação das comunicações pela comissão científica: 10 e 11 de novembro
    Envio das cartas de aceite: até 16 de novembro
    Divulgação da programação definitiva: 18 de novembro
    Inscrição de ouvintes: 20 de outubro a 22 de novembro


  • Convite para os próximos encontros! – 26/10 a 09/11

    Publicado em 19/10/2016 às 20:28

    Olá pessoal,

    Nas duas últimas quartas-feiras, dia de encontro no LEGH, não houve atividade no laboratório: dias 05 e 12 deste mês foram, respectivamente, data do lançamento da campanha ‘Por uma escola sem mordaça’¹ e feriado nacional em nosso belo e laico Estado “para culto público e oficial a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil”². Portanto, temos alterações no cronograma de leituras, que segue corrigido logo abaixo. Continuaremos com as discussões do livro “A História da Sexualidade vol.III – O Cuidado de Si”, de Michel Foucault:

    26/10 – Capítulo IV: O corpo (na ausência das professoras Cristina e Janine, a reunião será extraordinariamente coordenada pela prof.ª Nashla Dahás)
    02/11 – Capítulo V: A mulher
    09/11 – Capítulo VI: Os rapazes

    Convidamos a todes!

    FOUCAULT, Michel – História da Sexualidade III

    ¹”Frente unitária formada por centrais sindicais, sindicatos, partidos políticos, mandatos parlamentares, movimentos sociais, estudantis e populares em defesa da liberdade de expressão e de opinião nos estabelecimentos de ensino e contra quaisquer formas de opressão, violência e censura aos profissionais da educação”. (Definição da própria campanha em sua página de Facebook)
    ² http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6802.htm – Lei 6.802/80


  • CONVERSA COM ALEJANDRA OBERTI

    Publicado em 29/09/2016 às 12:17

    Convidamos todas e todos para participar da conversa que acontecerá hoje, 29/09 às 14:30h na sala do LEGH com a professora pesquisadora Alejandra Oberti.
    Alejandra é professora de sociologia na Universidad de Buenos Aires e pesquisadora no Instituto Interdisciplinario de Estudios de Género na mesma universidade. Desde 2005 é coordenadora do Arquivo Oral e do Programa de História Oral do Instituto Memoria Abierta. Especializada em estudos de gênero, memória e o passado recente argentino, seu último livro publicado é intitulado Las revolucionarias: militancia, vida cotidiana y afectividad en los setentaconversa com oberti


  • Próximas discussões: Foucault

    Publicado em 21/09/2016 às 12:35

    Olá pessoal,

    Nas próximas reuniões do LEGH, será discutido o livro “A História da Sexualidade vol.III – O Cuidado de Si”, de Michel Foucault. Debateremos um capítulo por reunião:

    21/09 – Capítulo I: Sonhar com os próprios prazeres
    28/09 – Capítulo II: A cultura de si
    05/10 – Capítulo III: Eu e os outros
    19/10 – Capítulo IV: O corpo
    26/10 – Capítulo V: A mulher
    02/11 – Capítulo VI: Os rapazes

    Estão todos e todas convidadas!

    FOUCAULT, Michel – História da Sexualidade III


  • Convite para a próxima reunião

    Publicado em 31/08/2016 às 17:33

    Na próxima reunião do LEGH será discutido o texto de Roberto Machado, “Por uma Genealogia do Poder”, disponível neste link.

    Lembrando que será no dia 14 de setembro, às 14 h. Estão todos e todas convidadas a participar!


  • Convite reunião 31/08

    Publicado em 24/08/2016 às 16:40

    Para a próxima reunião do LEGH, dia 31/08 às 14 h, será discutido o texto “Subjetividade e verdade no último Foucault”, de Cesar Candiotto. A reunião é aberta e acontece na sala do LEGH, 3º andar, no CFH.

    O texto esta disponível no link: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/transformacao/article/view/970

    Esperamos a todos e a todas!


  • Reuniões LEGH 2º Semestre

    Publicado em 17/08/2016 às 17:44

    Olá pessoal,

    Convidamos a todas e a todos para as reuniões do LEGH deste segundo semestre de 2016. As reuniões são abertas e serão nas quartas-feiras, às 14 h, com discussões de textos na sala do LEGH, no CFH, Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFSC.
    Para a próxima reunião, dia 24/08, vamos discutir o texto “A história em jogo: a atuação de Michel Foucault no campo da historiografia”, do Durval Muniz de Albuquerque Júnior. Disponível no link: http://www.seer.ufrgs.br/anos90/article/viewFile/6352/3803

    Sejam todxs bem vindxs!


  • Plano de leituras para 2016.1

    Publicado em 25/04/2016 às 20:05

    Prezadas e prazados,

    Eis o nosso plano de leituras para o primeiro semestre de 2016. As reuniões são sempre numa quarta-feira, início às 14:00, na sala do LEGH, no CFH, Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFSC. Nosso próximo encontro é dia 27 de abril.

    Esperamos todas e todos

     

    23 Março • SPIVAK, Gayatri C. Pode o subalterno falar?. Prefácio e Parte I. Tradução: Sandra Regina Goulart Almeida, Marcos Pereira Feitosa, André Pereira Feitosa. UFMG, 2010. (Fichamento Josiély e Mariane)

     

    30 Março • SPIVAK, Gayatri C. Pode o subalterno falar?. Parte II e III. Tradução: Sandra Regina Goulart Almeida, Marcos Pereira Feitosa, André Pereira Feitosa. UFMG, 2010. (Fichamento Josiély e Mariane)

     

    6 Abril • SPIVAK, Gayatri C. Pode o subalterno falar?. Parte IV. Tradução: Sandra Regina Goulart Almeida, Marcos Pereira Feitosa, André Pereira Feitosa. UFMG, 2010. (Fichamento Josiély e Mariane)

     

    13 Abril • GAGNEBIN, Jeanne Marie. Uma filosofia do cogito ferido: Paul Ricouer; os prelúdios de Paul Ricoeur. In____. Lembrar, esquecer, escrever. São Paulo: Editora 34, 2006, p. 163-192. (Fichamento Raísa)

     

    20 Abril • Defesa de Tese Cíntia Lima Crescêncio.

     

    27 Abril • Memória: ARAUJO, Maria Paula N.; SANTOS, Myrian Sepúlveda dos. História, memória e esquecimento: Implicações políticas. Revista Crítica de Ciências Sociais, 79 | 2007, Disponível: http://rccs.revues.org/728

     

    4 Maio • Memória: STERN, Steve. De la memoria suelta a la memoria emblemática: Hacia el recordar y el olvidar como proceso histórico (Chile, 1973-1998). In: Elizabeth, J. (comp.): Las conmemoraciones: Las disputas en las fechas in-felices.(pp.11-33). España: S. XXI. 2002. (Fichamento Mariane)

     

    11 Maio • Pós colonial: SANTOS, Boaventura de Sousa. Do pós-moderno para o pós-colonial, e para além de um e outro. Coimbra, Conferência de abertura ao VIII Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. Disponível em: http://www.ces.uc.pt/misc/Do_pos-moderno_ao_pos-colonial.pdf. (Fichamento Luana)

     

    18 Maio • Pós colonial: BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998. Disponível em: https://mega.co.nz/#!L5JExbba!rJ2XvIHDoY9bbi- 2ViY2rNXR6beIIElJahqGvKbcyuI. (Fichamento Jéssica)

     

    25 Maio • Pós colonial em perspectiva: MCCLINTOCK, Anne. Couro Imperial: raça, gênero e sexualidade no embate colonial. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2010. (Fichamento Renata)

     

    15 Junho • Discussão Pos/De/Des e América Latina: QUIJANO, Aníbal.Colonialidad del poder, eurocentrismo y América Latin. (Fichamento Gleidiane)

      

    22 Junho • Discussão Pos/De/Des e América Latina: BALLESTRIN, Luciana. América latina e o giro decolonial. Revista Brasileira de Ciência Política. 2013. Disponível em: http://seer.bce.unb.br/index.php/rbcp/article/view/9180/6893. (Marina)

     

    29 Junho • Feminismo pós colonial: COSTA, Claudia Lima. Feminismos e pós-colonialismos. Revista de Estudos Feministas, Florianópolis, 21(2): 336, maio-agosto/2013, p. 655-658.

    ALVAREZ, Sonia E. Construindo uma política feminista translocal da tradução feminina. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 17, n. 3, p. 743-753, set./dez. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-026X2009000300007&script=sci_arttext>. Acesso em: nov. 2015. (Fichamento Rebecca)

     

    06 Julho • Feminismo pós-colonial: BIDASECA, Karina. Mujeres blancas buscando salvar a las mujeres color café de los hombres color café o reflexiones sobre desigualdad y colonialidad desde el feminismo poscolonial. Revista Andamios Nº 17, Crítica Feminista Poscolonial, UAM, México, diciembre 2011, p. 61-89. (Fichamento Lídia)

     

    13 Julho• Feminismo pós-colonial: ANZALDUA, Gloria. La conciencia de la mestiza: rumo a uma nova consciência. Rev. Estud. Fem., 2005, vol. 13, n. 3, pp. 704-719. http://www.redalyc.org/pdf/381/38114358015.pdf (Fichamento Lucas)


  • Reunião do dia 13/04/2016

    Publicado em 11/04/2016 às 12:45

    Em nossa próxima reunião, dia 13/04, quarta-feira, discutiremos as obras de Paul Ricoeur a partir dos capítulos 11 e 12 (pags. 163 a 192) do livro “Lembrar, Escrever, Esquecer”, de Jeanne Marie Gagnebin. A reunião acontecerá no Laboratório de Estudos de Gênero e História – LEGH, no CFH/UFSC, às 14 horas.

    A reunião é aberta a todas e a todos.

    Link para o texto aqui.


  • I Jornadas do LEGH: gênero, poder e subjetividade

    Publicado em 29/10/2015 às 18:54

    LEGH Jornadas Evento

       A primeira Jornadas do Laboratório de Estudos de Gênero e História: gênero, poder e subjetividades, que será realizada nos dias 3 e 4 de dezembro de 2015 no Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFSC visa ser um encontro de pesquisadoras/es que iniciaram suas carreiras no LEGH e que hoje estão em várias instituições de pesquisa e ensino no Brasil e exterior. Após nove anos de existência, a promoção dessas Jornadas pretende ser um espaço de confluência das várias produções acadêmicas desenvolvidas no LEGH e em outras instituições para onde estas pessoas foram. Durante esses anos viu-se o crescimento e consolidação dos estudos de gênero nas mais diversas áreas do conhecimento, entre elas a história. Nesse sentido, o LEGH teve importância nacional nessa ampliação, participando da formação de diversas pesquisadoras/es que trabalham em diferentes instituições do país (universidades, escolas de educação básica, arquivos, museus, órgãos de preservação do patrimônio cultural). O intuito das Jornadas é construir um encontro e um diálogo entre essas/es pesquisadoras/es e a comunidade acadêmica no geral. Visando a divulgação e a troca de conhecimentos entre diferentes pesquisas historiográficas que utilizam a categoria gênero na perspectiva teórica de relações de poder e subjetividades. Para tanto serão organizadas mesas-redondas de temáticas pertinentes ao tema de gênero e história com pesquisadores participantes ou ex-participantes do LEGH, bem como sessões de comunicações, estando as discussões abertas à participação de todas as pessoas interessadas nas temáticas do evento, na condição de ouvintes.

    Eixos temáticos:

    Gênero na Pesquisa Histórica
    Gênero e Interdisciplinaridade de uma perspectiva histórica
    Gênero, Ensino e Extensão
    Gênero, Feminismos e Ditaduras

    AS INSCRIÇÕES PARA OUVINTE ESTÃO ABERTAS E SÃO GRATUITAS

    Inscrição de apresentação – ENCERRADAS – De 29/10 à 10/11

    Formulário para inscrição de ouvinte – Até 03/12:

    Formulário ouvinte aqui : http://goo.gl/forms/B2DR7Q3Hee

    PROGRAMAÇÃO

    Dia 03/12/2015

    8:30 h – Credenciamento – Auditório CED
    9h – Mesa de Abertura para a qual serão convidadas as autoridades acadêmicas e as coordenadoras atuais do LEGH
    9:30h – Mesa Redonda – Gênero na Pesquisa Histórica – experiências de equipes de pesquisa – Auditório CED
    Janine Gomes da Silva – UFSC
    Ana Rita Fonteles Duarte – UFC
    Maíse Zucco – UFBA
    Marlene de Fáveri – UDESC
    12h – Intervalo
    14h – Comunicações de Pesquisas em Andamento – Eixo Temático Gênero e Ditaduras no Cone Sul
    (Organizaremos mesas temáticas de comunicações conforme as inscrições)
    16h – Intervalo
    16:30 – Comunicações de Pesquisas em Andamento
    18:30 – Intervalo
    19:30 – Mesa Redonda – Gênero e Interdisciplinaridade de uma perspectiva histórica – Auditório CED
    Joana Maria Pedro UFSC
    Luciana Fornazari Klanovicz – UNICENTRO
    Cláudia Regina Nichnig – OAB Florianópolis
    Marinês Ribeiro dos Santos – UFTPR
    Ana Maria Veiga – UFSC

    Dia 04/12/2015

    9h – Mesa Redonda – Gênero, Ensino e Extensão – Auditório CED
    Joana Vieira Borges – UFSC
    Vanderlei Machado – CA/UFRGS
    Caroline Jaques Cubas – UDESC
    12h – Intervalo
    14h-17h  Comunicações de Pesquisas em Andamento
    Auditório do CED-  Eixo Temático Gênero e Feminismos
    Sala 10 do Depto de História  – Eixo Temático Gênero na Pesquisa Histórica
    Sala 302 CFH – Eixos Temáticos: Gênero, Ensino e Extensão e Gênero e Interdisciplinaridade de uma perspectiva histórica
    17h – Intervalo
    17:30h – Mesa Redonda – Gênero, feminismos e Ditaduras – Auditório CED
    Jaqueline Zarbatto – UFMS
    Deusa Maria de Sousa – UFPA
    Cristina Scheibe Wolff – UFSC

     

    CRONOGRAMA DAS APRESENTAÇÕES ORAIS PESQUISAS

    03/12 – 14-18:30 h Auditório do CED

    Eixo Temático Gênero e Ditaduras no Cone Sul

    Coordenação Deusa Maria de Souza

    Clandestinidade no Chile e no Brasil: um estudo comparativo dos anos 70 – Andréia Amorim da Silva

    Família Clandestina: os significados de ser mãe ou pai na clandestinidade – Camila N Azevedo

    As denúncias de tortura da Anistia Internacional no Cone Sul. Gênero e emoções – Cristina Scheibe Wolff, Danielle Dornelles, Raisa Gomes, Fernando Damázio dos Santos

    Rearranjos familiares nas memórias do exílio da ditadura civil-militar brasileira (1964-1979) – Eloisa Rosalen

    Militância e maternidade: os desafios enfrentados pelas militantes da Ação Popular – Heloísia Nunes dos Santos

    Helena Greco e o Movimento Feminino pela Anistia: emoção como estratégia política em tempos de repressão – Kelly Cristina Teixeir

    Jovens rebeldes: gênero nas subjetividades militantes em grupos de esquerda armada (Brasil e Uruguai) – Lidia Schneider Bristot

    Memória e esquecimento: o caso do Movimento Feminino Pela Anistia em Santa Catarina (1975-1979) – Mariane da Silva

    Somando sentimentos e afetos: A (re) conciliação do pessoal e do político nos relatos de netos e netas restituídos na história recente da Argentina – Marina Lis Wassmansdorf

    Vidas Clandestinas: gênero e memórias – Musa Santos

    Narrações de uma ‘vida’: memórias sobre a trajetória de Carmen de Lara Castro na oposição à ditadura stronista (1967-1993) – Tamy Amorim da Silva

     

    04/12 

    14-17h – Auditório do CED

    Eixo Temático Gênero e Feminismos

    Coordenação Maíse Zucco

    Das redes às ruas: Uma reflexão sobre a relação do ciberativismo e a Marcha das Vadias de Campinas/SP – Camila Carolina Hildebrand Galetti

    Podem os homens produzir humor feminista? O humor gráfico feminista no Cone Sul e os desafios da autoria (1970-1980) – Cintia Lima Crescêncio

    Entre a desconstrução e a construção: dilemas de pensar, agir e reinventar-se feminista latino americana em tempos de Antropoceno – Gleidiane de Sousa Ferreira

    O Feminismo na Rede: Um olhar histórico sobre as possibilidades e limites do Movimento Feminista na era da internet (2000 – 2015) – Larissa Viegas de Mello Freitas

    Ciberfeminismo, internet e o empoderamento de mulheres através de movimentos que se organizam no virtual mas que se concretizam nas ruas – Natália Cristine Costa

    Feminismos contemporâneos: identidade, diferença e interseccionalidade na construção das ações coletivas feministas em Florianópolis/SC – Morgani Guzzo

    04/12 14h-17h – Sala 10 do Departamento de História

    Gênero na Pesquisa Histórica

    Coordenação Ana Rita Fonteles Duarte

    Elas e Elas: Gênero e Sexualidade em discurso na ala feminina do presídio regional de Joinville (2003-2013) – Camila Diane Silva

    Memória, História e Gênero: Experiências de mulheres trabalhadoras em Jaguarão entre 1950 à 1960 – Kenya Jessyca Martins de Paiva

    Pizan e Boccaccio: entrelaçamentos medievais sobre as mulheres – Leonardo de Lara Cardoso

    Bolsa Família para mulheres negras em São José- SC, reflexões sobre a interseccionalidade – Lucimari de O. Siqueira

    O uso da epistemologia feminista para os estudos de Masculinidades – Rafael Araújo Saldanha

    Virilidade, nobreza e memória na Coroa de Aragão (séculos XII-XIII) – Rodrigo Prates de Andrade

    Vender para donas de casa é vender amor – Soraia Carolina de Mello

    Prostitutas, maternidade, contracepção: alguns apontamentos (1970-1990) – Valderiza Almeida Menezes

     

    04/12 14h-17h – Sala 302 CFH

    Eixo Temático Gênero, Ensino e Extensão

    Coordenação Vanderlei Machado

    O avanço do conservadorismo político religioso e o retrocesso no plano municipal da educação em Blumenau – Bruna dos Santos Bolda e Josué de Souza

    Gênero, Educação e Música: O projeto de extensão Papo Sério e o combate às violências na escola – Emilia Haline Dutra

    “Eu sou uma feminista na história?”: reflexões sobre a abordagem das relações de gênero na sala de aula – Jaqueline Ap. M. Zarbato

    Como se insere o gênero na Física? Investigação histórica acerca da presença e ausência das mulheres na Física no Sul do Brasil (2000 a 2010) – Kariane Camargo Svarcz

    Dispositivo de gênero e políticas públicas educacionais – Paula Pizzirani Marola

    Família para além das portas de casa: discutindo gênero e configurações familiares na escola – Raisa Sagredo; Zâmbia Osório dos Santos

     

    04/12 16h30-17h – Sala 302 CFH

    Eixo Temático Gênero e Interdisciplinaridade de uma perspectiva histórica

    Coordenação Marinês Ribeiro dos Santos

    Invisibilidade e ausência feminina no patrimônio museológico – Andréa Reis da Silveira

    A Pomba-gira Lady Gaga e a travesti indígena: (Re/des) Fazendo gênero no Alto Rio Negro – Eduardo Meinberg de Albuquerque Maranhão Filho

    Rosa Palau Aguilar: atuação e (in) visibilidade no Archivo del Terror do Paraguai – Josiély Koerich

    Estéticas da existência gay no filme “Normal Heart” – Pierre Gabrielli Bedin

     

    Comissão organizadora

    Profª Drª Cristina Scheibe Wolff

    Profª Drª Janine Gomes da Silva

    Profª Drª Joana Maria Pedro

    Danielle Dornelles

    Fernando Damazio

    Heloísia Nunes

    Josiely Koerich

    Lucas Fernandes Silochi

    Mariele de Almeida Hochmuller

    Raísa Gomes

     

    Comissão Científica:

    Cintia L. Crescencio

    Eloisa Rosalen

    Gleidiane F. de Sousa

    Lidia Schneider Bristot

    Tamy Amorim

     

    Designer Gráfico:  Wellem Christina